Desnorteado

Os Oliveira de Desnorteio (Patuá – 2012), de Paula Fábrio, são uma família atávica que já podemos inserir entre as grandes famílias-personagens da história da literatura. A polifonia da narrativa, dividida em interpretações de episódios ocorridos com seus personagens, com especial enfoque nos três irmãos loucos, dá uma noção de poesia crua, de estranheza e deslumbramento. A violência do cajado do patriarca, pressentida o tempo inteiro, é sentida opressivamente pelo leitor. A família Oliveira é o grande personagem deste romance, uma voz que emerge da reunião de todas as vozes, oriunda da violência, do incesto, da loucura. E da procura por uma razão. Por um norte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s