Uma história da pedra

“O historiador superou o especialista em pedras preciosas, e quase com reverência Harry pensou nas eras e nos eventos aos quais aquele diamante havia sobrevivido.”

Esse trecho do capítulo dezoito de “O Diamante de Jerusalém”, de Noah Gordon, pode ter sido a primeira frase que lhe veio à mente quando teve a ideia do livro. Se não foi, ao menos é o mote do romance. Embora o personagem central seja um judeu novaiorquino contemporâneo, Harry, que divide sua vida profissional entre sua paixão pela história e a vocação familiar para o trabalho com pedras preciosas, a verdadeira figura central é um grande diamante amarelo que passou por mais de três mil anos de guerras religiosas.

Viajamos no tempo, de forma não linear, testemunhando esse diamante passar de genizah do templo de Salomão, sendo retirado e escondido por Baruch antes do saque do templo pelos babilônios, passando pelas mãos de Saladino, até relíquia católica, sendo engastado na mitra do papa pelas mãos de um hábil joalheiro judeu em plena inquisição (por isso recebe o título de diamante da inquisição).

Depois de perdido após ser furtado do vaticano, vira objeto de cobiça e disputa entre as três religiões abraâmicas, num leilão secreto (embora pareça que todo mundo sabe), que terá Harry e o homem de confiança de Farouk, rei deposto e morto do Egito, como figuras centrais.

O romance tem como pano de fundo o conflito no oriente médio e a indústria das joias, o que exige em alguns momentos um tom enciclopédico que eu particularmente aprecio, mas que pode ser considerado maçante por outros leitores.

Mais uma vez Noah Gordon, autor de “O Físico”, acerta ao combinar uma bela narrativa, com vários momentos instigantes, com o plano de fundo mais amplo da história, em especial do judaísmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s