Um terror Metafísico

Não à toa o conto The Black Cat (O Gato Preto) tornou-se, ao lado de O Corvo, o texto mais cultuado de Edgar Allan Poe. O terror é um gênero tão atraente porque leva o ser humano a encarar de uma distância quase sempre segura aquela crueldade encravada no mais recôndito do seu ser, e que temos tentado esconder por meio da civilização.

Neste conto, Poe cria uma obra-prima do gênero. O verdadeiro monstro do livro é o narrador/protagonista, que tenta justificar seus crimes por meio da embriaguez, da autocomiseração e do sobrenatural. A narrativa tem um ritmo tão arrebatador que o sobrenatural prevalece, sendo inevitável aquele arrepio do desconhecido que está sempre a nos lembrar que nosso monstro interior está à espreita, gemendo escondido nas paredes que nos cercam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s